app_04

Temos nos deparado com essa pergunta inúmeras vezes no mundo empresarial. Há uma diversidade de cenários que vão desde profissionais liberais que lembram com tristeza que deveriam já ter seu site consolidado, funcionando, empresas que tem um site muito parecido com uma vitrine e apenas isso ou, no pior cenário, um site que é um verdadeiro tiro no pé.

Temos uma constatação que pode inspirar sentimentos de oportunidade a vir ou que está sendo perdida: está se fazendo muito dinheiro por aí a partir dos sites. Falando de outra forma: é possível usar a web como uma ferramenta extraordinária para gerar renda significativa para sua empresa. Qual é o seu sentimento?

Veja alguns números interessantes:

  • A internet é terceiro veículo de maior alcance no Brasil, atrás apenas de rádio e TV.
  • 87% dos internautas utilizam a rede para pesquisar produtos e serviços.
  • 70% dos consumidores confiam em opiniões expressas online.
  • O ROI (retorno de investimento) de email marketing supera 4000%.

Fontes: Pesquisas Cetic.br, Ibope, Hubspot Academy e parceiros

Compilamos abaixo 5 dicas valiosas com primeiros passos para que você possa vir a colher os benefícios de ferramentas virtuais bem dimensionadas, veja com atenção:

  1. Ignore os sabichões.
    Caminhar na web usando o método da experimentação entendendo superficialmente ou se valendo de receitas mágicas é perder tempo e dinheiro. Há muito o meio virtual se tornou complexo, objeto de estudo e hoje tem profissionais especializados que já inventaram a “roda virtual”. Vá até eles e encontre parceiros confiáveis e com experiência.
  2. Habite a rede com planejamento e qualidade.
    Se você quer criar novas relações genuínas com o público virtual, sua empresa deve oferecer conteúdo de qualidade e peças de valor genuíno. Isso significa mostrar ao consumidor as pérolas que só seu negócio possui. Isso requer planejamento, investimento e parceiros de qualidade, até mesmo para habitar espaços que são gratuitos. Não dependa de amadores.
  3. Não subestime a complexidade dos meios virtuais.
    Sites, aplicativos, blogs, realidade aumentada, android e/ou iOS. Temos uma gama imensa de ferramentas de promoção, plataformas, mídias, cada uma com seus requerimentos. Que tal parar de vê-los como esfinges misteriosas e saber exatamente por onde ir, de acordo com seu bolso e negócio?
  4. Controle.
    É muito comum ver empresas queimando dinheiro com anúncios sem saber o retorno. Não gaste dinheiro com publicidade sem ferramentas de controle. Sem otimizar seu site. Há uma boa notícia pra você: as empresas que oferecem solução de controle incluem no pacote consultorias e procuram facilitar seu sucesso de inúmeras formas. Vale a pena investir.
  5. Arrume a casa.
    Como aproveitar tudo que os meios virtuais oferecem se você tem problemas dentro da organização? Quais são os produtos que posso vender? A web será uma nova frente de trabalho? Quem é o responsável pelas decisões e quem executará o que for preciso para termos sucesso virtualmente? Acúmulo de funções, mapeamento de gaps internos, orçamentos e muitas outras são questões a se resolver antes de atacar novos formatos de promoção. Não as ignore. Consulte o último item das estatísticas mostradas acima e lembre que uma opinião negativa ou uma reclamação sem o devido tratamento pode ser desastroso para a reputação da empresa. Esteja preparado e pronto para relacionar-se.

Certamente todo gestor deseja aproveitar as oportunidades que a internet e novas tecnologias – que surgem diariamente – oferecem e mais certo ainda é a quantidade de questões a lidar. Atrelar os passos ao planejamento estratégico da empresa é essencial, mas amadurecer e adquirir todos os requisitos também. Não há necessidade de gastar mundos e fundos imediatamente e certamente um bom profissional de inovação vai te mostrar isso.

O Me.Ha tem os primeiros passos pra você. Vamos conversar?