Pontos Relevantes

Este post é uma reação contundente ao pessimismo e à tendência de uma boa parte dos tomadores de decisão das empresas em focar-se na nuvem negra da crise. Em tempos de crise é essencial se mover com agilidade e romper logo com a bolha de conforto!

A equipe MeHa mapeou 3 fatores cruciais neste momento em que experimentamos a corrida na parte mais funda da curva da economia. Reflita e mãos à obra!

1. Fim de contratos

Certamente este foi um período em que aconteceu o que todo empresário deseja evitar: o fim de contrato, fim de receitas, fim de previsão de receitas. Tome cuidado para não focar nos erros, desvantagens ou desdobramentos negativos que sua organização experimentou.

Em matéria do Jornal da Globo de hoje, vimos que empresas menores estão entrando na UTI por depender de um grande cliente, como uma montadora multinacional que diminui sua produção. Só agora que o prejuízo foi realizado é que seus donos pensam em diversificar a produção.

Você vai esperar a próxima crise para mapear suas próprias pontes de conhecimento, garantir novos bons clientes com potencial ao invés de 1 cliente gigantesco?

2. Demissões

O que será mais custoso? Pagar multas e acertos ou manter os salários e impostos mensais em dia com o afunilamento de receitas? Os dois cenários são muito doloridos à saúde da empresa, não é? Mais uma vez: ampliar seu leque e ter mais possibilidade de renda garante que se um cliente tiver que abandoná-lo a saúde da empresa mantém-se positiva.

Colaboradores podem fazer um ótimo caminho ascendente de carreira, novos expertises podem ser consolidados, mais clientes podem ser guiados sucesso!

Outro ponto crucial: manter talentos engajados e proporcionar ambiente para atuação. A chave é manter a estrutura bem horizontal para que você possa se relacionar com a maioria dos colaboradores, notar e valorizar os grandes talentos ao seu redor.

3. Inbound Marketing

Ainda pensa na web como uma fonte de gastos? Já discutimos aqui e mostramos o ótimo post dos nossos parceiros da Resultados Digitais sobre como investir em tempos de crise é a melhor opção; pudemos também ver quantos clientes de quase todos os segmentos tiveram um ganho de receita significativo exercendo uma presença evangelizadora na web. E mais: com todos os gastos e resultados são mensurados. Não ter uma ferramenta virtual apoiando seu negócio é um grande desperdício, seja site e/ou aplicativo. Já temos notícias da terra do Tio Sam que o Inbound MKT superou o MKT tradicional em resultados.

Temos batido nesta tecla com frequência pois desejamos que você use todo potencial dos meios virtuais, muitas ferramentas dependem apenas de um colaborador dominar o gerenciamento, não geram custos. Queremos que cada vez mais as organizações sejam reconhecidas pelas pessoas que fazem parte dela, não por uma imagem fria que mantém-se longe e inacessível. Este é o caminho para romper a crise: relacionamento real e ótimo para ofertador de serviço ou produto/cliente.

Então, mãos à obra! Tem algo a dizer sobre o texto? Algum outro ponto para romper a crise? Deixe comentários. Certamente temos uma boa proposta para você lidar com qualquer dos 3 fatores.